Será que eu preciso de uma avaliação Vascular?


Para saber esta resposta, é necessário saber do que trata ou em quais situações que o cirurgião vascular pode te ajudar.

Se você tem varizes ou varicoses nas pernas, é provável que já saiba que este tipo de problema é mais adequadamente tratado pelo cirurgião vascular. Aliás, o tratamento de varizes e varicoses vem passando por uma grande transformação nos últimos anos. Hoje, é possível tratá-las com menos dor e desconforto e com mais eficiência, e também ampliaram-se as opções de tratamento ambulatorial (realizado na clínica, sem necessidade de internação). Um exemplo nítido desta transformação ocorre com a cirurgia de varizes, na qual o tratamento quando realizado com laser endovenoso, permite um procedimento com muito menos dor, menos hematomas e edema (inchaço), e com recuperação bem mais rápida.

Mas não é só nas varizes que o cirurgião vascular pode te ajudar.

A Cirurgia Vascular é uma especialidade que cuida de problemas circulatórios de uma forma geral, e apesar do nome ser Cirurgia Vascular, esta especialidade trata na grande parte deles, sem necessidade de cirurgia, e idealmente na prevenção de tais problemas. Esta especialidade também contempla áreas de atuação (subespecialidades) que permitem a realização de exames (Ecografia Vascular e Angiorradiologia) e de cirurgias vasculares minimamente invasivas (Cirurgia Endovascular).

A ecografia vascular é um bom exemplo do avanço tecnológico, da acessibilidade e da importância do cirurgião vascular. Quando necessários, estes exames permitem avaliar o funcionamento e esclarecer as alterações ocorridas nas artérias e veias dos membros (superiores e inferiores), do abdome e da região cervical (carótidas, jugulares e vertebrais). Permitem o diagnóstico, planejamento e auxílio na execução do tratamento de inúmeras doenças vasculares, e na maioria das vezes, isto é possível ser feito no próprio consultório, sem dor, sem injeções, sem uso de contraste ou radiação. O ecodoppler de carótidas e vertebrais, por exemplo, tem um papel muito importante na detecção precoce da aterosclerose (permite identificar a doença em estágios iniciais antes de provocar danos maiores) e por consequência, permite agir com maior eficiência na prevenção de doenças cardiovasculares.

A Cirurgia Endovascular é outra área em contínuo desenvolvimento. Tornou possível o tratamento de várias doenças vasculares, de forma minimamente invasiva, ou seja, com muito menos agressão (ex: aneurismas, varizes pélvicas, dissecções e obstruções arteriais, compressões vasculares, tumores, má formações vasculares, tromboses venosas e arteriais). Isto mudou a realidade tanto no tratamento de doenças complexas (ex: aneurismas, dissecções e obstruções arteriais) em geral diminuindo os riscos e o tempo de recuperação; quanto para algumas doenças menos complexas, antes raramente tratadas (ex: varizes pélvicas) e agora tratadas praticamente de forma ambulatorial (com mínima internação). 

Tudo isso, permite melhorar a qualidade de vida, prolongar a saúde e a vitalidade das pessoas e nos possibilita cuidar melhor de nossos clientes.

Veja alguns sinais de alerta para buscar uma avaliação vascular:

  • Dores nas pernas e dificuldade para caminhar, ou diminuição das distâncias de caminhada;
  • Câimbras, coceira e manchas na pele próximas ao tornozelo;
  • Inchaço, peso e cansaço das pernas no final do dia;
  • Veias dilatadas, varizes, varicoses;
  • Ferimentos que demoram a cicatrizar ou aparecimento de necrose (casca roxa ou preta geralmente nos pés ou nas mãos);
  • Palidez ou Cianose (escurecimento azulado ou roxo) nas mãos ou pés;
  • Dor na pelve (abdome inferior) que piora nos períodos menstruais, no calor, no fim do dia;
  • Inchaço e empastamento da musculatura;
  • Palpação de pulsos aumentados, ou massa pulsátil ou “bola” que pulsa no abdome, na virilha, no pescoço, nas pernas ou nos braços.

 

Dr Felipe Skupien – CRM.PR 25791

Cirurgia Vascular - RQE 16306
Ecografia Vascular - RQE 18820
Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular - RQE 19850